Porque Precisamos de Smart Connect em Routers Tri-Band?

Por 5 Dezembro, 2019Notícias Tempo de leitura: 4 minutos

Os routers tri-band estão a tornar-se cada vez mais populares. No entanto muitos utilizadores não têm um conhecimento aprofundado destes equipamentos, desconhecendo algumas das suas funcionalidades mais relevantes.

Vejamos se alguma vez se deparou com alguma destas situações.

  • Quando muda de divisão (especialmente em casas de dois pisos), tem de se reconectar manualmente à melhor rede, mudando da frequência 2.4GHz para a 5GHz.
  • Quando muitos dispositivos (por exemplo, portáteis, tablets ou smartphones) se ligam simultaneamente à rede wireless, a sua experiência online deteriora-se instantaneamente.

Para melhorar a sua utilização da internet, é provável que acabe por despender de demasiado tempo a analisar qual a melhor frequência de banda ou qual a localização que permite uma maior cobertura e melhor sinal wireless para toda a casa. Contudo os resultados nem sempre são tão positivos quanto o esperado.

Os routers tri-band TP-Link possuem uma funcionalidade, o Smart Connect, que poderá ajudar imenso, contornando a necessidade de analisar cada ínfimo detalhe, o que permitirá poupar tempo.

 

Como Funciona o Smart Connect?

  • Um SSID único, Direcionamento Dinâmico

Os sinais wireless não se mantêm estáveis a tempo inteiro. Há fatores externos que causam atenuação de sinal, como é o caso dos obstáculos e da distância entre o router e os seus clientes.

Isto é especialmente verdade para a banda 5GHz, devido às características de uma frequência mais elevada (relativamente à frequência 2.4GHz).

Poderá ler mais sobre as principais condicionantes da rede Wireless aqui.

Como tal, por vezes é necessário alterar a frequência para obter um sinal melhor.

É frequente os routers tradicionais requererem SSIDs diferentes para cada banda de frequência. A funcionalidade Smart Connect permite definir um único SSID para todas as três bandas wireless, agregando-as numa única rede Wi-Fi. Assim, ao conectar um aparelho ao seu router será efetuada a identificação automática do melhor canal disponível e atribuí-lo ao seu dispositivo através do Smart Connect.

 

  • Múltiplos Clientes, Internet Sem Falhas

É válido questionar se com a conexão de vários dispositivos em simultâneo ao mesmo SSID não se verificará sobrelotação da rede? No entanto a resposta é negativa. Com o Smart Connect, um SSID suporta três bandas Wi-Fi, garantindo que toda a rede wireless tenha frequências suficientes para alocar cada cliente.

A função do Smart Connect é tornar a distribuição mais razoável.

O Smart Connect toma por base um algoritmo avançado que permite determinar automaticamente a melhor banda para cada dispositivo. Contudo esta não é a única capacidade do Smart Connect, uma vez que também é mantida uma constante monitorização do estado de cada recurso das três bandas, realocando um cliente que não está em utilização da rede, garantindo que os restantes clientes usufruem de uma maior largura de banda.

Quando Deverei Ativar o Smart Connect?

Uma vez que o Smart Connect garante uma utilização mais eficiente das bandas Wi-Fi, deverá ser utilizado quando na rede existe uma mistura de equipamentos que funcionem em normas diferentes.

Por exemplo, equipamentos mais antigos irão funcionar na norma 802.11bgn, a qual utiliza a frequência 2.4GHz, enquanto equipamentos mais recentes poderão suportar a norma 802.11ac, que utiliza a frequência 5GHz.

Com o Smart Connect garante a melhor alocação automática de recursos da sua rede Wi-Fi a cada equipamento, sem que saber qual a norma suportada por cada equipamento, informação nem sempre disponível ou transparente, tenha de ser uma preocupação sua.

 

Como Configurar o Smart Connect nos Routers Wi-Fi TP-Link?

  1. Verifique a conexão, garantindo que o seu router está ligado à Internet.
  2. Visite http://tplinkwifi.net, entrando com o seu ID TP-Link ou com a password que definiu para o seu router.
  3. Vá a Advanced> Wireless> Wireless Settings, e ative Smart Connect, gravando de seguida.

*Tomamos o Archer C4000 como exemplo. A interface poderá ser um pouco diferente, consoante o modelo e a versão de hardware. Para mais detalhes deverá consultar o manual do seu router TP-Link.

Ricardo Pacheco

Comentar artigo