As melhores dicas para comprar um router

Por 26 Março, 2019Tutoriais e Dicas Tempo de leitura: 3 minutos

O mundo das redes é um mercado que cresceu exponencialmente nos mais recentes anos. O aumento da taxa de penetração de Internet de banda larga originou um considerável aumento na oferta de equipamentos de rede e a verdade é que nem sempre é fácil decidir entre as inúmeras opções disponíveis. Para dar uma ajuda, a TP-Link reuniu algumas dicas essenciais para assegurar que o seu próximo router vai corresponder às expectativas.

  • Não escolha pela ficha técnica: escolher um equipamento baseando-se apenas nas características técnicas é um erro muito fácil de cometer. Comece antes de tudo por saber quais as características do seu acesso à net. Cabo, fibra ótica ou wireless não são a mesma coisa. Além disso, tenha presente a velocidade de acesso contratada. Fazer streaming enquanto joga e faz downloads com um acesso de 20Mbps não é a mesma coisa que fazer as mesmas tarefas num acesso de 100Mbps…
  • Atenção aos obstáculos: na altura de comprar um router sem fios, recorde a tipologia da sua casa e considere o local onde vai ser instalado. Aceder à rede sem fios no extremo oposto da casa face ao local onde instalou o equipamento não garante a mesma qualidade e velocidade de ligação a dois ou três passos do router. Paredes e equipamentos eletrónicos dificultam a cobertura da rede. Estes equipamentos eletrónicos podem prejudicar grandemente o acesso caso utilizem a mesma frequência de funcionamento do router.
  • Router é a melhor opção? Bom, a verdade é que nem sempre. Em situações com muitos obstáculos ou com casas de grande dimensão, equipamentos como extensores de rede são uma ajuda importante para aumentar o alcance da rede wireless. Outa opção com excelentes resultados são os kits powerline, que aproveitam a instalação elétrica para aumentar o alcance da sua rede, de forma simples e rápida.
  • A hipótese Wi-Fi Mesh: considere a aquisição de um dispositivo Wi-Fi Mesh para implementar uma rede em malha a partir do router, utilizando os diferentes dispositivos para gerir automaticamente o melhor caminho para a transferência de dados, aumentando assim a cobertura da rede principal e reduzindo as falhas de ligação. São soluções tecnologicamente avançadas e que asseguram um excelente serviço no que respeita a cobertura e velocidade de acesso.
  • Natureza de utilização: tenha em conta qual o tipo de utilização que pretende fazer da sua rede. Gosta de ver filmes e séries em streaming? De jogar online? Usa a rede apenas para navegar na net? Cada uma destas tarefas exige um pouco (ou muito) da largura de banda disponível. Para ver conteúdo da HBO em 4K, por exemplo, precisa de uma velocidade variável entre 10Mbps e 25Mbps. Se tiver vários utilizadores na rede, o nível de exigência será naturalmente maior. E aqui sim, há que prestar atenção aos detalhes técnicos do router.
TP-Link lança o novo router Archer C2300

O router assume um papel determinante no ambiente de rede em sua casa. Um equipamento que não ofereça uma resposta adequada pode ser o ponto de estrangulamento na altura de utilizar a rede. Não se precipite e tenha em conta estas dicas da TP-Link para assegurar uma escolha que não desilude.

Neffos X9
Artigo Seguinte

Comentar artigo